É impossível ser feliz sozinho?

Não há dúvidas que um relacionamento amoroso verdadeiro, pleno, nos impulsiona de forma potente para a felicidade. Tom Jobim em sua música Wave, conta coisas que só o coração pode entender e que os olhos já não podem ver.

Ainda, ele diz que fundamental é mesmo o amor e que é impossível ser feliz sozinho!

De fato, quem já amou verdadeiramente ou está amando sabe o quanto o amor é prazeroso, o quando é bom viver uma vida a dois, como é bom amar de todas as formas, de todas as cores.

Amor

O amor é cego, surdo, mudo e inodoro.

Cego porque não se vê a beleza aparente, mas a beleza interna,  porque não importam padrões, mas sim a essência.

Surdo porque escutamos coisas que poderiam nos ferir e deixamos passar, com o Ego de lado, simplesmente porque amamos.

Mudo porque não falamos tudo que pensamos com o receio de machucar quem amamos.

Inodoro porque deixamos de sentir o “bafinho” matinal, o “CC” do final do dia ou até o flato não intencional ou até o intencional. rsrs.

O amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é o contentamento descontente, é dor que desatina sem doer. Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, eu nada seria sem o amor, como cantava Renato Russo.

Meu sorriso é tão feliz contigo

Se o amor é tão bom, porque é tão difícil amar e ser correspondido na hora que queremos?

Justamente porque é tão bom!

O que há de melhor na vida é difícil, até porque se fosse fácil, não teria valor.

Na vida, assim como no mundo dos negócios existe a lei da oferta e da procura. Quando maior a procura e menor a oferta, mais valor aquilo tem.

Pois o amor é justamente isso, uma experiência que tem uma procura enorme e uma oferta pequena. Pequena porque tendemos ir por caminhos fáceis e rápidos para tudo e por por conta disso vamos atrás do prazer e das satisfações momentâneas e rápidas para preencher a vida cada vez mais dura, segundo o que pensamos.

Queremos preencher espaços em nosso ser e nossa essência, queremos preencher buracos causados na nossa auto-estima por tantos ataques da sociedade moderna de que temos quer ter e parecer, mais do que ser. Nessa busca pelo tapa-buraco, fazemos um monte de merda com nossa essência, nos atacamos mais e ficamos presos em um ciclo vicioso, nos sentindo cada vez mais aquilo que tanto fazemos: merda! Pior, muitas vezes nos relacionamos com a primeira pessoa que aparece e com isso desperdiçamos anos de nossas vidas, apagando nosso fogo e nos frustrando. Quanto mais tempo ao lado de quem não presta, mais longe de quem realmente poderia agregar para uma vida plena e feliz!

Pois há sim um caminho para encontrar e viver o amor.

  1. O primeiro passo é você ser quem você quer para você. Seja você mesmo e melhor todos os dias. Você quer alguém carinhoso, seja carinhoso. Você quer alguém fiel, seja fiel. Você quer alguém de valor, tenha valor. Assim por diante. As semelhanças atraem e as diferenças somam.
  2. Frequente os lugares certos. Lugar certo não é apenas frequentar a igreja em vez de sair para a balada. Lugar certo é o lugar que é certo para você. O lugar que tem a ver com você, que tem sua identidade. Se gosta de balada, vai pra balada, se gosta de igreja, vai pra igreja, mas vai para os lugares que você gosta. Aliás, vai, porque a tendência é nos fecharmos em nosso mindinho, cada vez mais distantes do mundo quando nos decepcionamos. O amor dificilmente baterá a sua porta, normalmente ele está aí fora te esperando.
  3. Tenha as atitudes certas. Entre ficar caçando nos lugares e aplicativos de relacionamento ou fechado em seu mundinho, está a perfeição. Atitude certa é você ser você mesmo, cada vez melhor. Em frequentar os lugares que gosta e estar aberto para conversar com as pessoas. Em observar e ser observado. Em tomar atitude e deixar a outra parte tomar a atitude. Em respirar fundo e com calma e paz no coração deixar as energias fluirem. A virtude está no meio termo, dizia Aristóteles.
  4. Faça a sua parte e deixe o tempo fazer a dele. O tempo é o senhor de todos os males e ele faz a parte dele quando você faz a sua. A nossa ansiedade aliada com um desejo latente de encontrar o amor de nossas vidas com a expectativa nos faz ignorar o tempo. Saímos para algum lugar e determinamos de que iremos encontrar “O Grande Amor”, na ansiedade, cagamos tudo. Voltamos então sozinhos pra casa com um sentimento de que somos a merda que nós mesmos cagamos, criamos mais buracos em nossa auto-estima que  depois queremos preencher com um monte de outras merdas que trazem prazeres momentâneos como a comida açucarada e gordurosa, o álcool, o sexo casual e sem valor e tantas outras merdas cada vez mais abundantes nos dias de hoje.

Estamos na era do instantâneo e deixamos de perceber que o mais gostoso e saboroso é o orgânico.

O amor não é algo que se encontra, é algo que encontra você!

Primeiro você deve se amar, para poder amar alguém. Você não dá ao outro aquilo que não tem!

Ser amado é uma habilidade. Muitas vezes nós mesmos não estamos preparados para sermos amados, não permitimos receber este amor, seja por uma proteção contra uma frustração, seja porque queremos apenas nós cuidarmos do outro sem precisarmos ser cuidados.

O amor sozinho, assim como o dinheiro sozinho, as conquistas sozinhas, não trazem felicidade. A Felicidade está dentro de nós mesmos e só então algo ou alguém impulsiona ainda mais a felicidade que já conquistamos em nós.

Quando nos bastamos para nossa felicidade, podemos ser felizes independente de algo ou alguém e então temos felicidade para compartilhar e somar com alguém especial que mereçamos e que nos mereçam. Aí sim o amor verdadeiro pode aparecer e será desfrutado como se deve.

Desculpa Tom, mas é sim possível ser feliz sozinho,ao mesmo tempo é sim possível estar sozinho sem ser solitário, enquanto aumentamos o nosso valor para poder com este valor próprio comprar um grande amor.

tumblr_moc99f7N6I1rh0y2co1_500

O amor ou a falta dele já tirou as mentes mais brilhantes dos eixos, mas o culpado não foi o amor e sim as mentes brilhantes que por uma desconexão com a essência passaram naquele momento a ser mentes perversas. As mentes perversas que fodem tudo.

Seja você mesmo!

Conecte-se com sua essência!

Melhore todos os dias!

Viva a vida e esteja aberto para o amor!

Quando menos esperar o amor encontrará você. Quando ele encontrar, acenda a fogueira  do amor com todo o cuidado e cuide dele, cuide para que o fogo nunca se apague.

Eu acredito no amor verdadeiro e no amor eterno, mas enquanto eu acredito eu tenho que ter o discernimento que o Amor não é um bem que pode ser comprado e que se torna um patrimônio perene, mas que é algo vivo que tem que ser cuidado, caso contrário ele nos encontra mas também ele pode fugir de nós.

Amar e ser amado é muito bom, mas sinceramente o amor só terá valor quando for para somar em tudo que eu já sou. Por isso, enquanto estou aberto para amar, eu vivo, caminho e melhoro meu ser, todos os dias, sendo feliz, mesmo que sozinho. Sendo sozinho, mas não sendo solidário. Quando menos esperar este amor chegará e preparado ele ficará, seda cuidado e será eterno.

Ainda mais importante, não esqueçamos, é que o Amor se manifesta em MUITAS outras formas que não apenas o amor romântico. O Amor de pai e mãe, o amor de família, o amor de amigos, o amor à Deus, o amor ao próximo e, entre tantos, o amor próprio e o amor à vida! Não faça da busca do amor romântico uma busca que diminua seu ser e o amor que você já tem e pode desenvolver em todas as outras formas. Esta é a forma de que podemos estar sozinhos, porém não solitários. Agora se você já está ao lado desse raro e valioso amor, não deixe escapar de suas mãos. Cuide e peça cuidado. Desfrute deste bem que tantos querem, mas você talvez por não se lembrar da falta que ele faz, as vezes negligencia.

Com desejo de muita felicidade, amor e prosperidade para sua vida.

Saudações!

Mau

Aproveitando, te espero no meu Stand Up reflexivo: FELICIDADE dia 03 de agosto às 20:30 no Teatro Gazeta em São Paulo.

Escute também meu áudio O Amor no soundcloud: O AMOR

e para terminar as músicas e trechos citados 🙂 S2

WAVE:  WAVE

Monte Castelo: Monte Castelo

Bíblia:  1 Coríntios 13:1-13

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *