Manual prático para ser infeliz

Falamos de felicidade o tempo todo, certo?

Ás vezes parece difícil mudar os hábitos para sermos mais felizes. Então, quais os hábitos que nos deixam infelizes? O que as pessoas fazem que contribui com a infelicidade delas?

Faça tudo para agradar os outros

Quem tenta agradar todo mundo acaba ficando esgotado. Mentalmente, energeticamente e fisicamente. Quem costuma fazer de tudo para agradar os outros, acaba não agradando a si mesmo. E faz isso porque não tem auto estima, e precisa de aprovação dos outros.

Procrastine

Sabe aquilo que você precisa fazer? Deixe pra depois. Essa é uma fórmula para ser infeliz. Sua mente vai ficar amarrada naquilo, e você não vai conseguir mais fazer nada.

Fique pensando no futuro

Pra ser infeliz, é só parar e ficar pensando no que vai acontecer, quando acontecer, esperando, temendo, e pensando nos riscos de dar errado. Assim você vai perder seu presente, não vai desfrutar o que tem, e ainda vai gastar tempo e energia imaginando algo e produzindo ansiedade. A melhor maneira de ser infeliz.

Culpe-se

Quer ser infeliz? Viva com culpa. Jogue na sua cara o tempo todo aquilo que não fez, que poderia ter feito, Não se perdoe e fique remoendo esses sentimentos destrutivos. Vai fazer você se sentir mal.

Tenha medo de tudo

O medo é comprovadamente o principal fator de tristeza. Ele faz a pessoa estagnar, ficar paralisada e não andar pra frente.

Fique ocupado o tempo todo

Isso faz você se sentir produtivo, mas na verdade quem quer ficar ocupado o tempo todo tem tanto medo de encarar a si mesmo que fica inventando coisa desnecessária pra fazer, para não ter que lidar consigo mesmo.

Fique no Facebook vendo notícias e fofocas

Mais um hábitos destrutivo se você quer ser infeliz. Olhar e invejar fotos alheias, ficar vendo fofocas, comentando coisas desnecessárias. usando seu tempo de maneira improdutiva.

Pronto. Agora já sabe. Se quer ser infeliz, basta continuar com esses hábitos. A escolha é só sua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *