As doze riquezas da vida

Muita gente fala de riqueza. Mas será que as pessoas sabem exatamente o que isso significa? Podemos encontrar riquezas na natureza, numa noite de luar, em paisagens, estrelas, relacionamentos, na libertação do medo, no entusiasmo, nas canções, risos, descobertas, diversões.
A palavra riqueza através dos tempos, limitou-se a descrição de capacidade de gerar e guardar dinheiro. O que é ruim, já que as pessoas podem ter uma vida de riquezas e nem se darem conta de que estão cercado delas.
Napoleon Hill, em seu livro “A Chave Mestra das Riquezas’, enumerou as doze riquezas da vida. Vamos enumerá-las para que você possa reconhecê-las quando surgirem em seu caminho e entenda que sua vida pode estar repleta delas e você ainda nem se deu conta.

1. Uma atitude mental positiva

Todas as riquezas começam com um estado de espírito. A única coisa que podemos controlar são nossos pensamentos – e ajustá-los ao padrão que queremos. A atitude mental positiva converte o cérebro num íma, que atrai aquilo que corresponde aos nossos pensamentos, objetivos e propósitos dominantes. E atrai também o que corresponde aos nossos medos, aborrecimentos e preocupações.
Uma atitude mental positiva é o ponto de partida de todas as riquezas.

2. Saúde física

Temos que ter uma consciência sadia daquilo que ingerimos para termos uma saúde vigorosa

3. Harmonia nos relacionamentos

Para se relacionar bem com o outro, temos primeiro que saber nos relacionar com nós mesmos

4. A libertação do medo

O homem que tem medo não é um homem livre. Os temores que aparecem com maior frequência são o medo da pobreza, da crítica, da falta de amor, da perda da liberdade, da velhice e da morte.

5. A esperança da realização pessoal

A maior das formas de felicidade, segundo ele, consiste na esperança da realização de um desejo ainda não realizado. Pobre mesmo é a pessoa incapaz de olhar para o futuro com a esperança de vir a ser a pessoa que desejaria

6. A capacidade de ter fé

A fé é o elo entre a mente consciente e o reservatório de inteligencia infinita. Ela é um poder que transmuta energias e a base de milagres não explicados pela lógica ou pela ciência

7. Disponibilidade para compartilhar dádivas

Quem não sabe compartilhar não descobriu a verdadeira felicidade. Todas as riquezas podem ser multiplicadas pelo simples ato de dividí-las.

8. Um trabalho de amor

Não há no mundo homem mais rico que aquele que encontrou um trabalho de amor e está engajado em executá-lo

9. Mente aberta

Somente um homem com a mente aberta pode tirar proveito das maiores riquezas da vida

10. Autodisciplina

O homem que não é mestre de si próprio, jamais pode se tornar mestre de coisa alguma

11. A capacidade de compreender pessoas

O homem possui a riqueza de compreender as pessoas reconhece que são semelhantes.

12. Segurança econômica

A última ocorre não somente pela posse, mas pelo serviço que prestamos. Um serviço proveitoso pode ser convertido em todas as formas de necessidades humanas – com ou sem uso do dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *