Quando o medo é inimigo do sucesso

Todos temos medo de arriscar. Sejam pequenos ou grandes riscos, em determinados momentos achamos que o desafio é grande demais para irmos adiante.

Começa aquele medo. E os medos nos paralisam, travam, nos deixam tontos.

O que fazer nessas horas onde eles tentam falar mais alto que a vontade de ir adiante?

Existe uma série de fatores que podem contribuir para que os medos falem alto. E, acredite, eles falam alto demais quando deixamos que se manifestem. Não dá pra abafá-los, nem de vez em quando. Então, coloque-os na ponta do lápis.

 Que tal desmontar os medos?

 Essa estratégia, utilizada pelos que acreditam que quanto mais deixamos o medo na sombra, mais ele no aflige, parece dar certo.

 Quando verbalizamos nossos medos, e pensamos estrategicamente em cada maneira de rebatê-los, as coisas ficam mais fáceis. E menores. Talvez nem seja tão ruim quanto pensávamos quando imaginamos que não conseguiríamos nem pensar naquilo.

A dor de barriga vai passando, o coração desacelera, você coloca a intenção positiva naquilo e de repente, serendipity. Um acidente feliz acontece.

 As coisas podem mudar de figura de uma hora pra outra. Podemmelhorar e piorar de acordo com nosso estado de espírito. E porque pioram? Porque sabotamos a nós mesmos.

Vamos agir ao invés de temer. Cada passo dado você vence um pedacinho do seu medo e vai desmontando ele.

 Experimente agir apesar do medo. E depois me conta como foi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *