Serendipity – como ter um acidente feliz?

Muita gente me vê falando nas palestras sobre um acidente feliz e me pergunta:

‘Maurício, como um acidente pode ser feliz?’

E eu te respondo – um acidente feliz é quando você está no lugar certo, com as atitudes certas e pessoas certas.
Mas como isso acontece?

Já falei aqui que temos que ter atitude. Se através de hábitos conseguimos ter as atitudes certas, vamos criando nosso caminho e indo por uma estrada. Plantando para colher depois.
As atitudes formam nosso caráter, que forma nosso destino. Mas atitudes sozinhas não fazem o serendipity acontecer.

Tem que estar no lugar certo.

Mas onde é esse lugar?

Você sabe os lugares que frequenta e as pessoas que conhece. E se tem algo que temos total controle, é isso – as pessoas com as quais nos relacionamos e os lugares onde frequentamos.
Não dá pra colher banana num pé de amora. E é assim pra tudo na vida. Sabemos sempre onde estamos pisando e o que aquele lugar pode trazer. Mas às vezes insistimos – queremos extrair o que não tem de um lugar que nunca vai nos dar aquilo.

Tem hora que precisamos abrir os olhos e enxergar – ver que estamos no lugar errado, e partir para um lugar que esteja alinhado com o que pensamos e queremos. Isso inclui tudo – trabalho, vida, relacionamento. Até onde você toma seu cafezinho ou faz seu happy hour.

Em terceiro lugar, temos as pessoas com as quais nos relacionamos.

Estas pessoas precisam estar alinhadas com aquilo que queremos pra nossa vida. se quero ser uma pessoa positiva, não adianta ficar ao lado o tempo todo de quem reclama 100% do tempo. Se quero empreender, não adianta estar ao lado do cara que só fala de crise, e se contaminar.

Tem que escolher as pessoas certas para cada coisa na vida. E esse ‘casamento’ de ideais e idéias, faz a coisa acontecer.

É vital que saibamos estar alinhados no nosso dia a dia com tudo isso. Isso nos faz crescer. Nos impulsiona para a direção que queremos.
E, quando menos percebemos – serendipity – aquilo que mais almejamos, acontece!

Dá pra criar seu momento feliz? Dá.
Dá pra criar o seu acidente feliz? Dá
Essas são as três regras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *